A arte subverte o design

A arte subverte o design


Falamos alguns posts atrás sobre a forte tendência do design art em que o design aproxima-se da arte. Na Galeria Vermelho, fomos conferir a exposição Looks Conceptual ou como confundi um Carl André com uma pilha de tijolos, uma das mais excitantes atualmente em cartaz em São Paulo. Trata-se praticamente do oposto do design art, já que as obras apropriam-se de elementos do design para fazer um comentário – freqüentemente ácido – sobre a cultura de consumo contemporânea. O design de interiores, o mobiliário, os objetos virtuais e até mesmo a relação jóias/valor, entre outros temas, viram matéria-prima para Stefan Brueggemann, Marcelo Cidade, Rômmulo Conceição, Los Super Elegantes, João Loureiro, Leandro Lima e Gisela Motta, entre outros. Adoramos a desconstrução da “colina Microsoft” (você sabe, aquela imagem que é um dos papéis de parede mais utilizados nos computadores) feita por Simon Goldin em Aftermicrosoft, de 2006 (foto). Você pode baixar a imagem no endereço www.goldinsenneby.com/am.jpg. No site da Galeria Vermelho tem ainda um bom texto da curadora Kiki Mazzucchelli.

[photopress:Simon_Goldin_1.jpg,thumb,pp_image][photopress:R__mmulo_Concei____o.jpg,thumb,pp_image][photopress:Marcelo_Cidade.jpg,thumb,pp_image][photopress:Jo__o_Loureiro.jpg,thumb,pp_image]

nenhum post

COMMENTS

LEAVE A REPLY

O seu endereço de e-mail não será publicado.