As coisas falam, literalmente

As coisas falam, literalmente


[photopress:mesa_gaf2_1.gif,thumb,centered]

Na discussão sobre conteúdo que a 'infobesidade' atual - muita informação para pouco sentido - só tem feito acentuar, o foco deve se voltar novamente para a habilidade de contar histórias e de produzir significado para o indivíduo. A percepção de que esse é 'o' caminho tem produzido projetos interessantes, como o Tales of Things, em que os objetos são conectados a um site e nele contam a sua história. Na verdade, o projeto estabelece a conexão entre uma pessoa, um objeto, uma mídia e uma localização geográfica... Essa ideia só foi possível com os avanços de aparelhos como o i-phone que escaneiam facilmente e as etiquetas de códigos de barras de segunda geração, começando a concretizar a tão falada 'internet das coisas' (e já há quem fale de 'geografia das coisas').

Compartilhar

nenhum post

COMMENTS

LEAVE A REPLY

O seu endereço de e-mail não será publicado.