MAPEAMENTO: POR QUE ESSAS INFLUÊNCIAS SÃO RELEVANTES (1)