P&D

P&D


[photopress:sp_produ____o_cient__fica.jpg,resized,centered]
O recém-publicado relatório "Knowledge, Network and Nations", da academia inglesa de ciências, a Royal Society, sobre o estado de globalização da produção científica, traz dados interessantes sobre a perda de espaço das nações desenolvidas para o mundo emergente, em movimento paralelo ao que acontece na esfera econômica. O Brasil é citado com destaque. No mapa reproduzido acima, São Paulo é a cidade que subiu 21 posições no ranking das que mais publicaram artigos científicos no mundo, no período 1996-2008. Entre as 20 cidades do mundo que mais publicam, São Paulo é a única do hemisfério sul, e é acompanhada apenas pelas cidades chinesas, por Seul e por Taipei, no ganho de posições dentro do ranking - todas as outras, de países desenvolvidos, perderam posições no mesmo período. Embora seja preciso ter muito cuidado com esse tipo de dado, pois o risco é transformar a ciência apenas em uma corrida quantitativa por publicações e congressos caça-níqueis, a tendência apontada é de crescimento de influência de modo geral, daí a importância do relatório da Royal Society, acessível aqui.


download

nenhum post

COMMENTS

LEAVE A REPLY

O seu endereço de e-mail não será publicado.